Escolha uma Página

Gestores preocupados com os resultados da empresa sabem que as soluções oferecidas pelas corretores de saúde não agregam mais valor como antes. Por isso, pensar na alta performance na gestão de benefícios faz toda a diferença no meio corporativo.

Uma gestão de alto desempenho, seja qual for o setor, analisa as necessidades da empresa e prevê tendências de mercado para alcançar resultados eficazes. Você, certamente, tem uma equipe assim, não é?

Então, por que seria diferente com a gestão que vai cuidar dos benefícios dos seus colaboradores e de suas famílias?

Afinal, empresas que trabalham com excelência também querem – e devem – contratar empresas de benefícios corporativos com o mesmo objetivo: agregar valor ao mercado e promover ótimos resultados.

Quer entender melhor como uma gestão de benefícios de alta performance pode contribuir para a sua empresa? Fizemos uma análise sobre esse processo que pode te ajudar a reduzir custos e melhorar o rumo de seu negócio.

Acompanhe!

O que é uma equipe de alta performance na gestão de benefícios?

Antes de explicar o que é alta performance na gestão de benefícios corporativos, é importante explicar o que é uma equipe de alta performance. Trata-se de uma equipe comprometida em apresentar altos resultados na empresa.

Para isso, seus gestores investem em boa comunicação interna, trabalho colaborativo e engajamento do pessoal para realizar as tarefas.

Sabendo disso, entendemos que o modelo antigo, onde os gestores mandavam e os funcionários apenas obedeciam, ficou para trás. Atualmente, é evidente a importância de orientar a equipe e conceder espaço para ela fazer sugestões, críticas e tomar decisões para trazer resultados positivos.

Mas, o que isso tem a ver com a alta performance na gestão de benefícios?

Tem muito a ver, porque em ambos os casos são empresas que atuam em áreas distintas, mas que se completam pela necessidade de alcançar resultados incríveis. Portanto, uma gestão de benefícios de excelente desempenho consegue:

Prever tendências de mercado
Analisar as informações obtidas
Fazer consultorias de benefícios
Mensurar resultados

A seguir, vamos falar sobre as qualidades da alta performance na gestão de benefícios.

Prever tendências de mercado

Nada se mantém como antes, não é mesmo? O cenário, desde o início da pandemia, mostrou a importância de estar atento às novidades do mercado. O sistema de home office, por exemplo, escancarou um problema antigo, mas pouco discutido no ambiente laboral: a saúde mental.

Empresas preocupadas com o emocional de sua equipe sabem muito bem o quanto isso afeta o progresso e a imagem do negócio. E o gestor de benefícios, também.

Por isso que uma gestão de alta performance em programas de benefícios deve prever as tendências de mercado. A 4Health, por exemplo, trabalha com soluções ideais para a sua empresa, desde as mais comuns, como plano de saúde e seguro de vida, até benefícios adicionais, como suporte emocional e programas de bem-estar.

Falando nisso, a 4Health oferece um plano de saúde empresarial perfeito para as empresas. É o Tem Saúde, ideal para uma equipe que não tem acesso à saúde, ou para empresas que não podem oferecer um plano de saúde para todos. Vale a pena conferir.

Analisar as informações obtidas

A boa comunicação é a chave do sucesso de todo empreendimento. Se, por um lado, a empresa deve conhecer as necessidades de seus colaboradores para atendê-los com as melhores soluções, por outro, a gestão de benefícios também deve conhecer essas necessidades para personalizar as coberturas.

Ok, mas as corretoras de seguros têm um rol de programas de saúde que se encaixam muito bem na minha empresa.

Sim! Mas esses planos empresariais das corretoras são engessados, não levam em conta o perfil dos seus funcionários. Afinal, escolher um plano de saúde ou seguro de vida precisa passar por uma análise, e nisso a 4Health também pode ajudar.

Buscamos analisar o cenário de cada empresa, seu investimento e viabilidade, com o objetivo de chegar a um diagnóstico preciso sobre qual o melhor caminho na hora de investir em benefícios. Assim funciona uma gestão de alta performance nas soluções para empresas.

Fazer consultorias de benefícios

Um complemento do tópico acima é a consultoria na gestão de benefícios, uma das qualidades de um equipe de alta performance.

Você pode considerar uma corretora de seguros para o seu negócio, desde que você saiba quais benefícios serão úteis para a demanda de sua organização.

Por outro lado, deixar esse serviço nas mãos de um especialista ajuda os gestores a obterem vantagens personalizadas, que se encaixam perfeitamente no perfil dos usuários. Lembre-se que motivar a equipe potencializa a imagem e as finanças da empresa.

Mensurar resultados

Além de uma boa consultoria para escolher a solução mais adequada para os seus colaboradores, uma gestão de benefícios também mensura os resultados dessa solução.

Afinal, não é só vender o benefício, é preciso pensar no pós-venda, dar o suporte às rotinas operacionais e fazer a mensuração de forma periódica dos benefícios.

E isso só se faz com os indicadores de desempenho.

O levantamento, a análise e o acompanhamento desses indicadores são incorporados na rotina de uma gestão de benefícios, bem como na rotina da empresa. Entenda melhor a seguir.

Quais são os indicadores de desempenho na gestão de benefícios?

O problema, em algumas organizações, é achar que não vale a pena investir recursos para mensurar os resultados de uma gestão de benefícios. A rotina, por vezes, absorve tanto o setor de RH, que não sobra tempo para analisar e planejar um cenário futuro, ou mesmo promover ajustes.

Por isso que muitas empresas que oferecem um programa de benefícios, como a 4Health, também cuidam de soluções úteis no pós-venda. Faz muita diferença a contratação de uma gestão empenhada em ajustar os melhores benefícios para a sua empresa e que possa mensurar os resultados.

A mensuração é feita por indicadores de desempenho, como:

Índice de rotatividade;
Custos de rotatividade;
Clima organizacional;
Custo per capita de benefícios;
Tempo médio na empresa;
Absenteísmo.

O uso desses indicadores de desempenho na gestão de benefícios ganhou projeção em empresas que investem em equipes de alta performance. Ainda que o seu monitoramento deva ser feito no setor de Recursos Humanos, a integração do RH com uma empresa de programas de benefícios é fundamental.

Agora que você entendeu o que são indicadores de desempenho, veja as vantagens de contratar um programa de benefícios com uma gestão de alta performance que avalia os resultados obtidos.

Vantagens de considerar uma gestão de benefícios de alta performance

Reduz a rotatividade

Um indicador de sucesso muito útil em qualquer empresa é o índice de rotatividade, também chamado de turnover. Ele não só mensura a entrada e a evasão de colaboradores, como também avalia a capacidade dos gestores em reter seus profissionais.

Esse indicador de RH é um excelente indicativo para saber o nível de atratividade na gestão de benefícios.

Afinal, será que os funcionários estão entusiasmados com o serviço? Será que os benefícios estão sendo úteis para todos ou são necessários ajustes?

Ou seja, o turnover é uma ferramenta muito útil para a avaliação das políticas de retenção de talentos, mas também a qualidade dos benefícios.

Reduz os custos

Já que citamos a redução de rotatividade, nada melhor que falar sobre os seus custos.

A rotatividade pode não ser um grande problema se ficar na faixa de até 5%, segundo especialistas. No entanto, se a taxa aumentar, pode representar um grande problema de retenção de talentos e gerenciamento do negócio.

O ideal é acompanhar de perto para evitar perdas financeiras e intelectuais, já que um profissional qualificado, mas desmotivado, também representa uma perda significativa.

Sem contar o prejuízo na imagem da empresa, pois uma alta rotatividade gera custos elevados, tanto na rescisão contratual quanto na concessão de benefícios.

E quando isso atinge uma alta escala, a imagem da organização também sofre pela falta de uma equipe de excelente performance na gestão de benefícios. Como resultado há perda de produtividade, de lucro e de confiança de possíveis investidores.

Melhora o clima organizacional

Mencionamos nesta lista o índice de rotatividade e como ele pode gerar custos elevados com altas taxas de evasão. Pois bem, isso tem muito a ver com o clima organizacional, isto é, o clima entre líderes e equipe de colaboradores em uma organização.

Todo mundo sabe que profissionais que trabalham satisfeitos rendem mais, mas também sabemos que a concessão de benefícios não é suficiente.

Quando os funcionários reclamam dos líderes, da falta de entrosamento da equipe e de todo o clima organizacional, isso já prenuncia um mau rendimento laboral.

Por isso é tão importante mensurar o grau de satisfação dos colaboradores, a fim de engajá-los e contribuir para o bom relacionamento na empresa.

Descobre os custos per capita de benefícios

Não só de benefícios monetários, como salário, 13º ou férias remuneradas, vive uma empresa preocupada com uma gestão de alta performance. Um programa de benefícios corporativos eficiente também abrange treinamento, premiações, capacitação, cuidados com a saúde, entre outros.

Só que implantar esses benefícios gera custos, logo, é importante ter um indicador que compara os gastos absolutos com o número de funcionários na folha de pagamento.

Dessa forma, ao contar com uma gestão de benefícios de alta performance, você descobre se os resultados são satisfatórios, ou seja, se os benefícios estão agradando e aumentando a produtividade da empresa.

Retém talentos

Uma equipe de alta performance na gestão de benefícios, sem dúvidas, ajuda a descobrir se a empresa está conseguindo reter talentos. Isso tem muito a ver com a redução da taxa de rotatividade e do nível de atrativos da organização.

Considerando que o mercado de trabalho está cada vez mais rotativo, manter os talentos por tanto tempo é um bom sinal. Isso significa que a empresa investe na alta performance de suas gestões e em boas estratégias.

Esse indicador, portanto, é capaz de medir o tempo médio do trabalhador. Para você ter uma ideia, por exemplo, a empresa com maior retenção de talentos, até 2019, era o Facebook (2 anos e 2 meses). Pouco, mas ainda maior que as suas concorrentes.

Evita o absenteísmo

Você já deve ter ouvido falar no índice de absenteísmo, um indicador da ausência do profissional na empresa. Seja por faltas ou pelo não cumprimento da carga horária total das atividades, esse indicador é um grande aliado na gestão de benefícios.

É graças a esse índice que a equipe identifica os problemas que cercam os profissionais que faltam ou se atrasam ao serviço. Pode ter inúmeros motivos, desde más condições no ambiente de trabalho, conflitos internos e problemas de saúde, até um dos mais prováveis: desmotivação.

Por isso, é de suma importância acompanhar o índice de absenteísmo. Até porque, se os constantes atrasos e faltas tiverem relação com falta de motivação, é importante ajustar o programa de benefícios para tentar solucionar o caso.

Qual o melhor caminho para gerir benefícios com uma equipe de alta performance?

Você viu que os indicadores de desempenho são ferramentas úteis que todo bom gestor de benefícios utiliza, certo?

Para saber se uma empresa está perto ou longe de atingir os resultados positivos, é importante usar esses indicadores para apontar os problemas de gestão. Dessa forma, fica mais fácil reduzir despesas, otimizar processos e aumentar a produtividade.

Em outras palavras, uma equipe de alta performance para a gestão de benefícios tem a finalidade de descrever e analisar de forma completa as circunstâncias que envolvem a empresa. Assim, fica bem melhor identificar as fraquezas da organização.

Precisa de um plano de benefícios com uma gestão de alta performance? Conheça a 4Health!

Nesse artigo, analisamos a alta performance na gestão de benefícios, expondo alguns indicadores de desempenho que devem fazer parte da rotina de qualquer empresa.

Entendemos, portanto, que motivar uma equipe aumenta o engajamento nas atividades laborais e, conseguintemente, reduz custos, aumenta a produtividade e o valor da empresa. Isso, todo mundo quer, certo?

Portanto, se você tem interesse em um bom plano de benefícios para a sua empresa, pode entrar em contato com a 4Health. Nós temos as melhores soluções e serviços que ajudam a sua organização a melhorar a vida dos seus colaboradores e, assim, agregar valor à imagem corporativa do seu negócio.

Saiba mais com a nossa equipe especializada!

O post Analisando a alta performance na gestão de benefícios apareceu primeiro em 4Health Consultoria em Benefícios de saúde para empresas.