Escolha uma Página

Afinal, é melhor escolher uma corretora de seguros ou consultoria de benefícios? O que é mais adequado para a minha empresa?

Até muito pouco tempo atrás, as empresas que buscavam oferecer um plano de saúde empresarial contratavam uma corretora de seguros. Além de uma exigência, isso sempre garantia auxílio no processo de contratação dos serviços.

Ainda que bons corretores sejam eficientes e capazes de indicar as melhores opções, a profusão de planos e as inúmeras peculiaridades presentes em cada empresa tornaram cada escolha única. É difícil oferecer o mesmo tipo de solução para empresas distintas. Por isso, surgiram as consultorias de benefícios.

Como você já deve saber, contar com serviços de uma consultoria é uma experiência cada vez mais comum em empresas de todos os portes. A ideia central está na busca pela maximização de resultados a partir do trabalho de especialistas em determinado tema. Com seguros, planos de saúde empresariais e outras categorias de benefícios, não é diferente.

Por isso, quando você está em busca de planejar o melhor pacote de benefícios na sua empresa, a escolha por uma corretora de seguros ou consultoria de benefícios passa por compreender quais resultados se quer. Mesmo que ambos sejam capazes de oferecer um serviço de qualidade, a personalização que se encontra na consultoria torna sua escolha mais assertiva.

Corretora de seguros ou consultoria de benefícios são a mesma coisa?

Apesar de ambas oferecerem a comercialização de produtos de seguros, além do suporte pós-venda, há diferenças entre escolher uma corretora de seguros ou consultoria de benefícios. Isso porque podemos considerar a segunda como uma evolução da primeira.

Com o passar do tempo, algumas corretoras de seguros passaram a sofisticar os seus serviços. A ideia por trás disso está em oferecer uma experiência mais personalizada, com o intuito de se desenhar um pacote de serviços e coberturas que se adéque melhor a cada empresa.

Ainda que uma corretora de seguros tenha em seu escopo de serviços analisar os melhores pacotes para cada negócio, é a consultoria que eleva este serviço a um patamar mais elevado.

Serviços de corretagem éticos, de empresas conceituadas e com boa atuação no mercado são perfeitamente capazes de avaliar a necessidade de sua empresa. Também garantem o cumprimento dos contratos que se assina com as operadoras de serviço e demais temas que se relacionam.

A questão é que isso acontece mediante uma receita pronta. O pacote que se oferece costuma ser similar entre as contratantes, tendo como diferença o tamanho e o escopo.

Por outro lado, ao se optar por uma consultoria de benefícios, os projetos são únicos. Leva-se em conta cada característica do contratante e o consultor busca alternativas para elas.

Através de análises constantes das necessidades de cada empresa, uma consultoria de benefícios arquiteta projetos considerando custos, número de empregados e alcance da cobertura, entre outros, de forma que ela se encaixe melhor a cada uma. Isso possibilita que os benefícios oferecidos aos colaboradores também se tornem, de fato, benefícios para a própria empresa.

Benefícios do convênio para empresas

Uma consultoria de benefícios só tem futuro se ela, de fato, atuar como consultora. Afinal, é a maneira como ela ajuda a resolver os problemas das empresas com que trabalha que fará sua reputação no mercado.

Por causa disso, quando uma consultoria é experiente, ética, pró-ativa e consciente do seu papel, uma forte parceria se estabelece com a empresa contratante.

Essa parceria se faz com a presença de um time de especialistas, que trabalha com foco direcionado no programa da empresa, com suporte profissional e consistente em todas as situações.

Outro ganho muito importante é que, ao optar por uma consultoria de benefícios, as negociações deixam de ser unilaterais.

Enquanto que com uma operadora convencional os pacotes de benefícios costumam vir prontos, com uma consultoria eles passam a ser mais equilibrados e proveitosos. Afinal, se baseiam em indicadores reais e pareceres técnicos feitos a partir da análise real de cada caso.

Há ainda o ganho financeiro. Como mostraremos mais adiante, esse ponto precisa ser considerado não na proposta inicial de valores que se apresenta, mas sim nos valores de longo prazo que ele retorna.

Melhor uso dos recursos

Em comum entre elas, uma corretora de seguros ou consultoria de benefícios deve atuar de forma direta, atualizada e dinâmica na gestão estratégica do programa de saúde e benefícios. Ela deve focar sua atuação na gestão operacional, na gestão do risco, comunicação, promoção à saúde e qualidade de vida.

O objetivo principal da sua atuação é potencializar o investimento através da maximização dos recursos, equilíbrio dos custos e manutenção da satisfação dos usuários. Também deve oferecer canais de relacionamento e negociação com o prestador de serviço, e promoção da comunicação, da saúde e a qualidade de vida.

Apoio estratégico

O setor de recursos humanos de uma empresa possui uma série de rotinas administrativas. Muitas vezes, elas incluem um pouco de tudo, do processo de contratação ao de desligamento, passando pelos trâmites envolvendo o programa de benefícios dos funcionários, treinamento, plano de carreira e outros.

Todas esses aspectos são importantes, claro. Mas perceba que, muitas vezes, o RH acaba se envolvendo em peculiaridades de cada um dessas rotinas que impedem que ele se dedique de forma integral ao que realmente importa: o bem-estar dos colaboradores.

Assim, percebemos que uma consultoria/corretora é eficiente quando o RH não precisa se envolver com as rotinas operacionais e tem tempo para analisar os indicadores de forma ampla e atualizada, aplicando ajustes, intervindo com ações estratégicas e planejadas sempre que necessário.

Todo o restante deve ficar a cargo da corretora de seguros ou consultoria de benefícios.

Como escolher uma consultoria de benefícios?

A escolha de uma consultoria de benefícios deve considerar diferentes aspectos. Por mais que a questão financeira tenha um peso importante, ela deve ser apenas um dos critérios a se observar, sob risco de se ter um serviço aquém do que se espera.

De modo geral, ao optar por uma corretora de seguros ou consultoria de benefícios você precisa estar atento às soluções que ela apresenta, sua capacidade de atendimento e seu custo benefício.

Analise as soluções que apresentam

Este primeiro ponto se assemelha tanto para corretora de seguros ou consultoria de benefícios: antes de decidir com qual firmar uma parceria, converse bastante, tire todas as dúvidas e avalie ponto a ponto as soluções que elas apresentam.

Procure dar preferência por uma corretora ou consultoria que ofereça pacotes em que ela mesma consiga solucionar as dores. Evite aquelas que terceirizam serviços, uma vez que isso poderá representar dor de cabeça no futuro – se o serviço for mal executado, a quem recorrer?

Além disso, ao firmar parcerias com corretoras ou consultorias que terceirizam serviços, o risco de sua empresa ter despesas adicionais para readequar pacotes lá na frente é maior.

Por fim, corretoras e consultorias capazes de oferecer por conta os pacotes completos garantem a parceria até o fim do contrato que se firmou, e sempre sob as mesmas condições.

Certifique-se sobre a capacidade de atendimento

A gente sabe que os custos desse tipo de serviço – ou de qualquer outro – têm peso no orçamento de uma empresa, e muitas vezes a opção pela escolha do prestador acaba se definindo unicamente pelos valores envolvidos.

Porém, no caso de corretora de seguros ou consultoria de benefícios, estamos tratando de um tema muito sensível para a sua empresa. Afinal, a saúde dos colaboradores ou o auxílio com outras questões que afetam diretamente o dia a dia precisa ficar entre as prioridades.

Em função disso, a escolha pela consultoria precisa necessariamente passar pelo aspecto da qualidade do serviço que ela oferece.

Informe-se sobre sua capacidade de atendimento, a qualificação da equipe e a agilidade nas respostas às demandas.

Além disso, os profissionais devem ser capazes de propor soluções que estejam de acordo com a capacidade do mercado. Não adianta oferecer soluções que sejam agradáveis no papel, mas de difícil execução.

Para completar, observe se os dados que o corretor ou consultor apresenta são de fácil entendimento – e se as soluções que ele propõe estão claras.

Avalie o custo-benefício

Este ponto se liga diretamente ao anterior, e mais uma vez a gente alerta que o serviço que no papel pode parecer o mais barato, no fim pode representar muitos custos adicionais.

Uma corretora de seguros ou consultoria de benefícios que faça oferta de serviços a valores muito baixos em comparação à média de mercado pode não ter a expertise necessária.

De fato, uma consultoria em saúde eficiente é aquela capaz de reduzir os riscos na contratação de benefícios, e não apenas o preço deles.

Isso é feito a partir de dados com boa base, métricas e análises reais. A função dos consultores é auxiliar na aquisição de benefícios com o tamanho, os preços e as necessidades condizentes com cada empresa.

No que diz respeito ao custo efetivo da contratação para a sua empresa, em geral a corretora de seguros ou consultoria de benefícios já inclui no valor um percentual que será destinado ao seu pagamento. Ou seja, na aquisição do plano de saúde empresarial, dental ou outro tipo de serviço, o pagamento entra como percentual pago no valor mensal.

Como e quando fazer os contratos de consultoria ou corretagem

A escolha e posterior assinatura de acordo com uma corretora de seguros ou consultoria de benefícios pode ocorrer em diferentes momentos quando se busca planos de saúde para empresa. E cada um destes momentos tem suas peculiaridades.

De modo geral, empresas buscam esse tipo de serviço ou consultoria no momento de sua abertura, quando aumentam sua atuação ou quando precisam readequar a oferta de benefícios por uma estratégia financeira.

Independentemente do motivo, a assinatura de um novo convênio pode ocorrer nas seguintes ocasiões:

No momento da escolha de um novo convênio médico empresarial

Quando a empresa muda ou contrata um novo plano de saúde, geralmente a corretora que faz a intermediação desta negociação já é automaticamente nomeada como corretora da conta.

Isto significa que pelos próximos 12 meses, ou enquanto a empresa contratante não se pronunciar, esta corretora será a responsável pelo acordo.

No aniversário do contrato

Caso sua empresa decida trocar a corretora ou consultoria de benefícios, isso deve acontecer com um aviso prévio antes que aconteça o aniversário do contrato.

De modo geral, 30 dias antes do aniversário do contrato vigente, a empresa contratante deverá comunicar a transferência de corretagem através de uma carta – há um modelo específico para tal -, ou seja, a nomeação da nova corretora.

Além disso, a seguradora ou operadora contratada pela empresa também precisa ser comunicada oficialmente. Passados os 30 dias deste processo, a nova corretora passa a atender a conta da empresa.

A qualquer momento, desde que a corretora atual esteja de acordo

Caso você decida romper um contrato vigente com a corretora de seguros ou consultoria de benefícios com a qual trabalha, isso também pode se dar a qualquer momento. Nesse caso, contudo, há algumas implicações.

Nessa situação, a empresa precisa comunicar oficialmente a corretora e também a seguradora/operadora que presta o serviço. Depois, também será preciso encaminhar a ela o documento que conforme a saída da antiga corretora ou consultoria.

Caso tudo isso aconteça sem ressalva, no prazo de 30 dias a nova corretora ou consultoria de benefícios nomeada passará a atender a conta.

Contudo, na hipótese de a corretora com a qual se tinha um acordo se negar a realizar a transferência, a empresa em questão deverá aguardar o aniversário do contrato – ou, então, pagar por eventuais sanções por quebra de acordo que estejam previstas em contrato.

Considerações finais

Planos de saúde, de atendimento odontológico e seguros de vida são benefícios importantes a serem oferecidos por diferentes empresas. Além de darem respaldo aos colaboradores, servem também como diferencial competitivo na hora de atrair os melhores talentos.

Atualmente, há inúmeras opções de planos empresariais. Saber qual escolher é algo que deve passar por ampla análise, e de gente que conhece.

Um corretor de seguros é sempre a pessoa ideal para fazer este meio-campo. Mas, com a profusão de diferentes opções, fica a dúvida: deve-se contratar os serviços de corretora de seguros ou consultoria de benefícios?

Como mostramos neste artigo, ambas são perfeitamente capazes de atender às demandas de sua empresa. Mas é a consultoria de benefícios, e sua capacidade de personalização, que potencializa os ganhos.

Entre em contato e veja como a 4Health pode ajudar.

O post Corretora de Seguros ou Consultoria de Benefícios: qual escolher? É realmente importante? apareceu primeiro em 4Health Consultoria em Benefícios de saúde para empresas.